Ato falho english version

por Mariana Godoy
Fotografia: Cemitério da Almudena – Martín Chambi (Acervo Instituto Moreira Salles).

Mariana Godoy, poeta, atriz e professora, nasceu em 31 de outubro de 1996, no interior de São Paulo. É autora dos livros Holograma (Círculo de poemas, 2023), O afogamento de Virginia Woolf (Patuá, 2019) e da plaquete Trasgo nas masmorras (Primata, 2021).


ato falho english version

leio para um grupo de amigos
um poema da norte-americana ursula k. le guin
mas quando chego na palavra dead
acabo falando daddy
é um poema sobre ver um ente querido na rua
mas perceber que só pode ser outra pessoa
então peço desculpas e leio novamente o poema
and I think: dead
e eu penso: pai 


ad extremum

quando meu pai
acompanhou a exumação da minha avó
ele viu que partes do corpo dela
como os braços como as pernas como o tronco
não estavam decompostas
o suficiente para serem engavetadas
isso o forçou a insistir
e ameaçar processos
sabe-se lá contra os ossos de quem
para que deixassem
se não pela boa vontade pelas vias da legalidade
que minha avó descansasse
mais um ano ou dois com a terra

quando eu
acompanhei a exumação do meu pai
fiquei com medo de encontrar
os braços as pernas o tronco
mas ele estava como deveria estar
meu pai tão competente com a morte
os ossos misturados a uma sujeira velha
e um veredito decomposto no final
filha
eu estou
te poupando
do estresse


holograma

durante quatro meses
meu pai foi um guarda-noturno que eu pagava
para me encontrar no ponto de ônibus às onze horas da noite
de segunda a sexta mas não lembro
sobre o que meu pai e eu conversávamos
deviam ser essas coisas superficiais de pais e filhas que ainda não se conhecem
o tempo o trabalho as férias escolares

durante quatro anos
meu pai foi o porteiro que o curso de teatro pagava
ele me deixava frequentar a sala dos funcionários
e tomar quantas doses de café eu entendesse
enquanto conversávamos sobre a infância dele no interior de minas gerais
e a minha vida teatral porque
as filhas querem sempre saber
do passado dos pais
e os pais querem sempre
saber do presente das filhas

os pais dos meus namorados também foram meu pai
alguns dos meus namorados também foram meu pai

médicos professores o arnold schwarzenegger
em o exterminador do futuro 2
o gary oldman em o prisioneiro de azkaban
o jean reno em o profissional
o clint eastwood em menina de ouro
o stevie wonder no álbum songs in the key of life
o johnny cash
cantando father and daughter com a enteada rosie nix adams

todos
meu pai

mas o primeiro a interpretar
meu pai foi o cavalo
que passou pela rua de terra dos meus três anos
qualquer cavalo
e uma criança atrás dele
gritando volta


a criação

o meu pai erguia o dedo mindinho
quando segurava o copo de café
um costume que herdei por graça
levantar o dedo mindinho e assim como em uma pintura
quase tocar o dedo do meu pai
um quase
num espaço realçado pelo vazio


Fotografia: Cemitério da Almudena – Martín Chambi (Acervo Instituto Moreira Salles).

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

DIAS :
HORAS :
MINUTOS :
SEGUNDOS

— pré-venda no ar! —

Literatura nórdica
10% Off

Shopping cart close