Das palavras não ditas

por Marcela de Gouveia

Ruído

substantivo masculino

  1. som confuso, indistinto.
  2. um riff de guitarra, a multidão compelida ao palco, vocais à beira do grito.
  3. “when I get to the bottom, I go back to the top of the slide, where I stop and I turn and I go for a ride till I get to the bottom and I see you again, yeah, yeah, yeah”.
  4. à flor da pele.
  5. a atração irresistível da força centrípeta; o primeiro soco desferido, inaugurando a roda.
  6. cachos de mar ressacado, sorriso rasgado, pele de verão, risada explosiva; algo em Manuela também exala caos e volume, distorções nos amplificadores; ninguém sai imune de sua contínua rebentação.
  7. toda essa pose para calar o silêncio ali dentro.

Tranquilidade

substantivo feminino

  1. sem agitações, inquietações ou alvoroço.
  2. voz limpa e instrumental previsível; barulho organizado.
  3. “you thought that I would need a crystal ball to see right through the haze, well, here’s a poke at you, you’re gonna choke on it too, you’re gonna lose that smile because all the while I can see for miles and miles”.
  4. público espalhado, cabeças balançando suavemente ao som de um violão.
  5. Pedro é sorrisos e silêncios; quando fala, suas palavras são vento oeste: cálidas, mas trazem a promessa de chuva.
  6. fones de ouvido sempre presentes.
  7. o som corria ali dentro.

Caleidoscópio

substantivo masculino

  1. conjunto de objetos, cores, formas etc. que formam imagens em constante mutação.
  2. Pedro cai na vida de Manuela numa noite de terça ou quinta; os detalhes se perdem com o tempo.
  3. ninguém sabe ao certo se é ela quem o derruba ou se é ele quem tropeça nela; “lance normal, segue o jogo”, decreta o treinador.
  4. da colisão faz-se o caos.
  5. o choque é mais como uma fusão e seus caminhos se emaranham em um nó.
  6. o impacto é suficiente para virar tudo do avesso.

Laço

substantivo masculino

  1. união, vínculo.
  2. casaco vermelho com um furo no punho esquerdo.
  3. conversas madrugada adentro; um limbo em que só eles existem.

Queda

substantivo feminino

  1. movimento de algo a cair; tombo.
  2. Pedro toca violão, tem uma cachorra e adora as aulas de História; todo mundo sabe disso.
  3. Pedro assiste à novela das nove, teme ser um monstro por não ter chorado a morte de sua avó e não sabe qual faculdade quer fazer, mas acalenta um princípio de sonho revolucionário; só Manuela sabe disso.
  4. portas e janelas escancaradas.
  5. ao tentar aprendê-la, dá de cara com um muro sólido.

Medo

substantivo masculino

  1. perturbação psicológica diante de ameaça ou perigo, real ou imaginária.
  2. Manuela não sabe se deixar ser aprendida.
  3. não é sobre esconder, é sobre reprimir.
  4. quando ele tenta se afastar, ela não consegue deixá-lo ir.
  5. será?

Súbito

adjetivo

  1. que chega de repente; inesperado.
  2. quarta-feira de Corinthians e Boca Juniors; final de Libertadores; Pacaembu lotado.
  3. coração na boca no estádio; coração na boca pensando no garoto no estádio.
  4. é o ano da morte de Kevin Espada e os torcedores dos países vizinhos ainda olham feio para os alvinegros paulistanos.
  5. os hinchas argentinos nunca foram conhecidos por serem pacíficos.
  6. fim de jogo.
  7. página atualizada até a chegada de alguma notícia.
  8. uma bronca e um sorriso: “você se preocupa”.
  9. já não cabem mais dúvidas.
  10. é inesperado, mas não uma surpresa.

Clichê

substantivo masculino

  1. frase ou ideia banalizada por repetição excessiva; lugar-comum
  2. velha infância.
  3. gosto de dia entardecendo sobre o mar.
  4. cabelos bagunçados pela maresia e o céu mudando de cor e as estrelas aparecendo e um abraço para fugir do frio e bochechas coradas e olhos que demoram para se encontrar, mas que não se desgrudam quando enfim se acham.

Amor

substantivo masculino

  1. afeto, carinho, ternura, dedicação.
  2. o sentimento que transborda dele.
  3. o sentimento que ela guarda atrás de seus muros.
  4. incapaz de suportar tudo.

Fuga

substantivo feminino

  1. recurso para evitar uma dificuldade ou uma obrigação.
  2. silêncio.
  3. estática.
  4. sistema binário levando a mensagem do fim de uma tela à outra.

Reticência

substantivo feminino

  1. omissão voluntária de algo que devia ser dito.
  2. Manuela dança com fantasmas porque ainda não sabe segurar mãos de carne e osso; talvez um dia aprenda; até lá, segue neste tum-tchá-tchá espectral.
  3. entra nestas ruínas sagradas com uma chave clandestina e pede perdão pela blasfêmia; pede perdão por todos os seus pecados.
  4. este é o templo de um pretérito perfeito e todo o seu futuro.
  5. de saia rodada e pés descalços, canta baixinho para ninguém achá-la aqui, para Pedro não acordar de lá.
  6. pela terra santa, colhe memórias e planta esperanças.
  7. um brinde; agridoce, mas um brinde.

Marcela de Gouveia ainda não aprendeu a escrever sem fazer referências musicais ou matemáticas. Detesta escanteio curto, tem ataques de riso em momentos inapropriados e nunca recusou um Toddynho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

DIAS :
HORAS :
MINUTOS :
SEGUNDOS

— pré-venda no ar! —

Literatura nórdica
10% Off

Shopping cart close