O Segundo Advento

por William Butler Yeats (trad. Jefferson Dias)
Fotografia: Desvio Ipiranga, km. 66,800, altura 686,45 metros – Arthur Wischral (Acervo Instituto Moreira Salles).

William Butler Yeats, muitas vezes apenas designado por W.B. Yeats (Dublin, 13 de junho de 1865 — Menton, França, 28 de janeiro de 1939), foi um poeta, dramaturgo e místico irlandês. Atuou ativamente no Renascimento Literário Irlandês e foi co-fundador do Abbey Theatre.

Jefferson Dias vive em Ribeirão Preto, SP. Autor dos livros de poemas Último festim (Multifoco, 2013), Silenciosa maneira (Medita, 2015) e Qualquer lugar (Editora Primata, 2020), e da plaquete Políptico apocalíptico (Editora Primata, 2021). Organizou, com Wilson Alves-Bezerra, a antologia de poesia brasileira contemporânea Um Brasil ainda em chamas (Contracapa, 2022), lançada em Portugal.


O SEGUNDO ADVENTO
William Butler Yeats

Tradução de Jefferson Dias

Volteia e revolteia no torvelinho que se alarga
O falcão que já não pode ouvir o falcoeiro;
As coisas esboroam; o centro não se sustenta;
Anarquia pura despejada sobre o mundo,
Despejada a maré turvada de sangue, e em toda parte
Afoga-se a cerimônia da inocência;
Os melhores carecem de qualquer convicção e
Os piores repimpam-se com passional veemência.

Decerto uma revelação se avizinha;
Decerto o Segundo Advento se avizinha.
O Segundo Advento! Mal vêm a lume essas palavras
Quando a ingente imagem do Spiritus Mundi
Perturba-me a vista: algures na areia do deserto
Uma forma com corpo de leão e cabeça de homem,
Um olhar vago e impiedoso como o sol,
Move as coxas morosas, enquanto ao seu redor
Turbilhonam sombras de aves revoltosas do deserto.
Abate-se o breu outra vez; mas agora eu sei
Que vinte séculos de rígida modorra
Vexaram-se até ao pesadelo em um berço que balança,
E que besta agreste, chegada a sua hora afinal,
Cambeteia até Belém para nascer?


THE SECOND COMING
William Butler Yeats

Turning and turning in the widening gyre
The falcon cannot hear the falconer;
Things fall apart; the centre cannot hold;
Mere anarchy is loosed upon the world,
The blood-dimmed tide is loosed, and everywhere   
The ceremony of innocence is drowned;
The best lack all conviction, while the worst   
Are full of passionate intensity.

Surely some revelation is at hand;
Surely the Second Coming is at hand.   
The Second Coming! Hardly are those words out
When a vast image out of Spiritus Mundi
Troubles my sight: somewhere in sands of the desert
A shape with lion body and the head of a man,   
A gaze blank and pitiless as the sun,   
Is moving its slow thighs, while all about it
Reel shadows of the indignant desert birds.   
The darkness drops again; but now I know  
That twenty centuries of stony sleep
Were vexed to nightmare by a rocking cradle,
And what rough beast, its hour come round at last,
Slouches towards Bethlehem to be born?


Fotografia: Desvio Ipiranga, km. 66,800, altura 686,45 metros – Arthur Wischral (Acervo Instituto Moreira Salles).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

DIAS :
HORAS :
MINUTOS :
SEGUNDOS

— pré-venda no ar! —

Literatura nórdica
10% Off

Shopping cart close