• 0

    Frete grátis a partir de R$ 110

Em estoque

Capa de Sem os dentes da frente, livro de contos de André Balbo. Capa por Leopoldo Cavalcante, com fotografia de Nane.

R$ 49,90

Em estoque

O desaparecimento dos objetos do apartamento de uma mulher, uma chuva misteriosa sobre um cemitério à beira da privatização, uma descoberta tardia em um orfanato de meninas, a luta pela sobrevivência de uma nova espécie, uma partida de dominó em Araraquara, o segredo de um casal de búfalos, os dias de um dragão na praça de uma pequena cidade, o testemunho de um anão de jardim, as relações entre divórcio, dentes e autoritarismo.

Esse apanhado serve como um desenho do caminho trilhado pelo novo livro de contos de André Balbo. Como escreve Cristhiano Aguiar na orelha, Sem os dentes da frente segue uma tradição insólita latino-americana, ficando, no campo das referências, entre um Julio Cortázar e uma Mariana Enriquez.

SOBRE

O desaparecimento dos objetos do apartamento de uma mulher, uma chuva misteriosa sobre um cemitério à beira da privatização, uma descoberta tardia em um orfanato de meninas, a luta pela sobrevivência de uma nova espécie, uma partida de dominó em Araraquara, o segredo de um casal de búfalos, os dias de um dragão na praça de uma pequena cidade, o testemunho de um anão de jardim, as relações entre divórcio, dentes e autoritarismo.

Esse apanhado serve como um desenho do caminho trilhado pelo novo livro de contos de André Balbo. Como escreve Cristhiano Aguiar na orelha, Sem os dentes da frente segue uma tradição insólita latino-americana, ficando, no campo das referências, entre um Julio Cortázar e uma Mariana Enriquez.

“A unidade do livro repousa na utilização da ideia de ausência (e a falta de dentes é apenas uma delas) como elo articulador dos contos. Os contos de Balbo nos enredam, a partir do título, a fim de que sempre especulemos sobre qual ausência – e, talvez, de qual signo dentário – será abordada na história seguinte”, arremata Aguiar.

Sem os dentes da frente passou pela leitura crítica de Cristhiano Aguiar (Prêmio Biblioteca Nacional 2022), Carol Rodrigues (Prêmio Jabuti e Prêmio Biblioteca Nacional, 2015) e Tamy Ghannam (crítica literária).

AUTOR

André Balbo nasceu em São Paulo em 1991. É tradutor e editor-fundador da Lavoura. Cursou Direito na USP, passou pela Folha de S.Paulo e foi professor autônomo de redação e literatura por 6 anos. Cursa Letras na UPM e, além do mercado literário, trabalha em uma editora de educação. Sua primeira tradução, o romance Agostino, de Alberto Moravia, será publicada pela Editora Aboio.

TRECHO

Os últimos itens a fugirem do apartamento, numa mesma manhã, foram a maçaneta da porta de entrada, o espelho na parede sem pia e duas fatias de pão bolorento. Pouco se importava: não pretendia sair nem receber ninguém, muito menos fazia questão de comer e encarar os hematomas espontâneos do próprio rosto. No máximo, de tempos em tempos, quando se deixava entregar a um instante de inquietude, tocava os dentes da frente, provando se ainda estavam ali.

Peso 120 g
Dimensões 14 × 0,8 × 21 cm
Autor

André Balbo

Assistência Editorial

Marcela Roldão

Comunicação

Luísa Machado

Orelha

Christiano Aguiar

Fotografia da Capa

Nane

Formato

Brochura

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Sem os dentes da frente – André Balbo”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIAS :
HORAS :
MINUTOS :
SEGUNDOS

— pré-venda no ar! —

Literatura nórdica
10% Off