quanto custa uma água no shopping?

por Guilherme Colluci Giudice

O culto ao esdrúxulo é cada vez mais difícil de fazer. Explico: a sociedade
valoriza os mais cultos, em uma norma pré-estabelecida de cultura.

Quem sou eu para cagar essa regra? Mais um zé ninguém, mas que quer
ser alguém.

O que é ser culto? O que é esdrúxulo? Quem determinou essa régua, que
rotula nossas coisas como se fosse um medidor de PH?

Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico como
saudosa lembrança estas memórias póstumas.

Esses entendimentos são cada vez mais complicados, a vontade que dá é
mandar tudo para um intercâmbio. Ou para a praia.

Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela, menina
Que vem e que passa
Num doce balanço
A caminho do mar

Existe cultura no sujo, no trem, no funk, no modo de vestir e falar. Ela só
não é valorizada.

Menos. Bem menos. Ela é menos prezada.

No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra
Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra

O Machado de Assis é formidável. Guimarães Rosa é estupendo e eu
escuto a MC Ingryd na linha 7 rubi enquanto o marreta canta a melodia dele
“olha a pururuca 1 real”.

A literatura às vezes me lembra o Coronavírus, gosta de um pedigree.
Uma pena que eu sou vira-lata. Ou até duas penas.

A literatura devia ser para todos, por mais difícil que seja alcançar essa
palavra: todos. Nem Ele conseguiu, quanto mais nós ou outro alguém como o
Coronavírus.

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer

Por enquanto, ao que tudo indica, essa praga não descobriu os luxos de
pegar trem e ainda não desenvolveu as técnicas para sobreviver nele. Que
fique no ar condicionado.

Agora sim, que porra é o esdrúxulo? É o Corote de 1 real que desce
rasgando pra universitários e como se fosse o néctar dos deuses pro
mendigo? Ou é o palavrão? Caralho, porra, foda. É o fazer ou o estar? Talvez
o sentir, ou até bosta nenhuma.

Olha o Amendoim doce amendoim crocante amendoim sem pele bolinha
branca um real.

É o culto do esdrúxulo ou o culto ao esdrúxulo? Muda bastante, aos mais
atentos, mas as letras, infelizmente, não alcançam todos.

Skol coca e água

Esse texto vai mudar alguma coisa na sua vida? Com certeza não. Foi
escrito na linha 7 rubi.

Água mineral gelada refresca e hidrata é 2.


Guilherme Colucci Giudice é jornalista pela Cásper Líbero e diz estudar Mágica na USP quando bebe demais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

faz um PIX!

Caso dê erro na leitura do QRCode, nossa chave PIX é editora@aboio.com.br

Comprando durante a pré-venda, você garante o livro com 10% de desconto e ainda leva o nome impresso nele! Clique aqui e saiba mais.

DIAS :
HORAS :
MINUTOS :
SEGUNDOS

— pré-venda no ar! —

Literatura nórdica
10% Off

Shopping cart close